Páginas

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Perca o Medo de Sorrir Para a Vida

Pressão no trabalho, o príncipe encantado que não aparece, falta de entendimento com os próprios familiares ou amigos… Às vezes parece que o mundo conspira contra nós, não? Resultado: você acaba sentindo uma enorme tristeza. Sem essa, viu, leitora? Porque a vida é assim mesmo, cheia de altos e baixos.

Se está nessa situação, trate de dar um basta. Sem essa de clima pesado. Lembra o que falei sobre responsabilidade? Pois é hora de assumir a sua e dar a volta por cima. Você até pode dizer que tem problemas e que a vida é cheia de testes e desafios. Concordo. Mas esse pacote faz parte da nossa evolução. Então reaja!

Só você pode movimentar seu interior, modificar-se e, assim, ficar bem. Não sinta culpa. Não estou aqui para condená-la. Muitas de nossas limitações têm origem na infância, e até antes, em outras vidas. Ou seja, atraímos para o nosso convívio certos tipos de personalidades – como a rainha das tragédias ou a vítima – e nos influenciamos por elas!


Pois é, pessoal, tristeza tem muito a ver com a postura da vítima. “Coitada de mim, não consegui aquele emprego, coitada de mim, não amo, nem sou amada”, e por aí vai. Qualquer que seja a situação que não se concretiza, a maioria das pessoas acaba no “pobre de mim”. Ai, não aguento isso… E falo mais: o “pobre de mim” é a criatura sem potencial e sempre triste, negativa e desanimada.


São pessoas que esperam pouco da vida e passam a ser o capacho das outras. Magoam-se com facilidade, são superfrágeis. Gente, acorda! Sabia que, por mais que uma pessoa seja sensível, a vida vai cobrar igual de todo mundo? Sim, todos nós somos chamados a encarar desafios. Não tem jeito! E a pessoa frágil diante de uma situação delicada torna-se dramática, se recolhe e se deprime mais. Que futuro essa infeliz terá?


Fica aí o alerta. O que é, você está com raiva de quem te humilhou ou feriu? Só rindo, mesmo. A gente quer tudo fácil na vida, não é? Pois é, a tristonha também costuma ser mimada. Não há no mundo alguém que não tenha sido provocada, exigida e desafiada. Vamos lá: faça uma análise e descubra a verdadeira razão dessa tristeza. Quem teve momentos melhores é porque saiu do baixo-astral, buscou e conseguiu conquistar. Força! Agora é a sua vez.


Luiz Antônio Gasparetto 



Olá amados amigos, final do ano está aí, novembro já era...começam as correrias, as festas, as confraternizações, amigos secretos, etc., etc...esse ano eu prometi pra mim mesma que não vou entrar nesta onda de consumismo desenfreado, estresse, filas! Ahhh, não!! Esse ano eu quero paz!! Claro que vou atender aos eventos sociais e participar das confraternizações, mas sem estresse! Manter a calma e o bom humor ajuda a enfrentar esses momentos conturbados...senão, a gente nem aproveita este período tão gostoso, que é o final de ano, o final de um ciclo e o início de outro! Já estou elaborando a minha lista de realizações e mudanças para 2013!! 
E você, já começou a sua??
Beijos da Mari!!♥

9 comentários:

Malu disse...

Mari, eu ja me bastei do stresse do dia-a-dia e das ansiedades faz tempo. Faço como diz o texto que postou...
Um grande abraço, minha querida e lindo dia!!!

✿ chica disse...

Lindo texto e tão verdadeiro! E , como tu, não quero correrias . Dezembro SE entro em shopping é apenas pra passear com crianças e ver as decorações. Compras, neca!!

Festas? Só em família! E já são tantas,rs


Assim simplifica! beijos,tudo de bom,chica

Fernanda Sartori Costa disse...

É isso Mari, vamos buscar a paz.
Um beijo.

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Lindo esse texto já passei adiante, para iluminar os dias de meus queridos amigos. É verdade Sorrir é o melhor remédio para vida.
Bjos e tenha uma ótima tarde.

Pepi, Xixo, Juja, Jujuba disse...

Que texto maravilhoso, Mari
Nada de baixo astral, não?
Passei para desejar tudo de melhor para tí e deixar beijinhos mil
Com carinho de
Verena e Bichinhos

ELAINE disse...

Mari querida! Quando escolheste o nome do blog "Pausa para meditar" estava iluminadamente inspirada, pois aqui é um espaço de calma, reflexões de vida, paz.... Lindo e é muito bom vir aqui.... Passando pra ver como você está e agradecer o carinho.
Um abençoado e feliz fim de semana!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Mafalda S. disse...

Texto muito inspirador! Adorei!
Quanto aos meus objectivos para 2013, conto passá-los para o papel, nas minhas férias de Natal.
Beijinho

Suelen Muniz disse...

Oi Mari,mais um maravilhoso texto!
As mudanças vem de dentro,tenho que focar bem mais nisso!
E quanto a lista de realizações,sabe que não tinha pensado em fazer isso pra 2013,rs.
Uma semana de muita paz,abraço,=)

Kellen Bittencourt disse...

Olá Mari! Perfeito o Texto do Luis Antônio Gasparetto, Confesso que hj estou meio desanimada com alguns acontecimentos por isso foi muito bom ler esse texto e tomar uma nova injeção de animo, tbém espero não me estressar com este final de ano, mas perto de sogra só Jesus na causa!rsrs
Bjoosss tenha uma ótima semana