Páginas

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

A Coragem Para Ser Feliz

Continuamos a perder muitas coisas na vida só por causa da falta de coragem. Na verdade, nenhum esforço é necessário para conquistar - só é preciso coragem - e as coisas começarão a vir até você, em vez de você ir atrás delas. Pelo menos no mundo interior é assim.
E, para mim, ser feliz é a maior coragem.

Ser infeliz é uma atitude muito covarde.

Na realidade, para ser infeliz, não é preciso nada. Qualquer covarde pode ser, qualquer tolo pode ser. Todo mundo é capaz de ser infeliz; para ser feliz é preciso coragem - é um risco tremendo.

Não temos o costume de pensar assim.

Nós pensamos: "O que é preciso para ser feliz? Todo mundo quer ser feliz."
Isso está absolutamente errado.

É muito raro uma pessoa estar pronta para ser feliz - as pessoas investem tanto na infelicidade! Elas adoram ser infelizes.

Na verdade, elas são felizes por serem infelizes.

Há muitas coisas para se entender - sem entendê-las é muito

difícil se livrar da mania de ser infeliz.

A primeira coisa é: ninguém está prendendo você; é você que decidiu ficar na prisão da infelicidade.
Ninguém prende ninguém.

O homem que está pronto para sair dela, pode sair quando quiser.

Ninguém mais é responsável.

Se uma pessoa é infeliz, é ela mesma a responsável.
Mas a pessoa infeliz nunca aceita a responsabilidade - é por isso que continua infeliz. Ela diz: " Estão me fazendo infeliz" .

Se outra pessoa está fazendo com que você seja infeliz, naturalmente não há nada que você possa fazer.

Se você mesmo está causando a sua infelicidade, alguma coisa pode ser feita... Alguma coisa pode ser feita imediatamente.

Então ser ou não ser infeliz está nas suas mãos.


Todavia as pessoas ficam jogando nos outros a responsabilidade - às vezes na mulher, às vezes no marido, às vezes na família, no condicionamento, na infância, na mãe, no pai... outras vezes na sociedade, na história, no destino, em Deus - mas não param de jogar nos outros.

Os nomes são diferentes, mas o truque é sempre o mesmo.

Um homem torna-se realmente um homem quando aceita a responsabilidade total - é responsável pelo quer que seja.

Essa é a primeira forma de coragem, a maior delas.

É muito difícil aceitá-la porque a mente vai continuar dizendo:

"Se você é responsável, porque criou isso?".
Para evitar isso, dizemos que os outros são responsáveis:
"O que eu posso fazer? Não tem jeito... sou uma vítima! Sou jogado daqui para ali por forças maiores que eu e não posso fazer nada. Posso no máximo chorar porque sou infeliz e ficar ainda mais infeliz chorando".

 E tudo cresce - se você cultiva uma coisa, ela cresce.
Então você vai cada vez mais fundo... mergulha cada vez mais fundo.

Ninguém, nenhuma outra força, está fazendo nada a você.
É você e só você.

Isso resume toda a filosofia do karma - que é o seu fazer; karma significa ‘fazer'.
Você fez e pode desfazer.
E não é preciso esperar, postergar.
Não é preciso tempo - você pode simplesmente pular fora disso.

Mas nós nos habituamos.

Se pararmos de ser infelizes, nos sentiremos muito sozinhos,
perderemos nossa maior companhia.
A infelicidade virou nossa sombra - nos segue por toda a parte.

Quando não há ninguém por perto, pelo menos a infelicidade está ali presente - você se casa com ela....

E trata-se de um casamento muito, muito longo;
você está casado com a sua infelicidade há muitas vidas.

Agora chegou a hora de se divorciar dela.

Isto é o que eu chamo de a grande coragem
- divorciar-se da infelicidade,
perder o hábito mais antigo da mente humana,
a companhia mais fiel.

(Osho)


Que nosso final de semana seja assim, feliz! Que saibamos escolher a felicidade!! Beijos!! 

10 comentários:

Tina Bau Couto disse...

Amei o texto e amei a última imagem tb.
Sejamos felizes e contagiemos td a nossa volta \o/
Bom e feliz fds pra vc :)

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Lindo texto, feito para uma reflexão.
Uma vez ganhei um presente maravilhoso e junto comigo estava meus irmãos, nessa época ele passavam por dificuldade, tu sabe que me senti culpada por ter tanta felicidade ao meu redor e eles estarem tão infelizes. Mas uma coisa é sagrada o pensamento positivo e nos sentirmos feliz, nos coloca muitas oportunidades boas junto de nós.
Tenha um ótimo fim de semana.

Anne Lieri disse...

Mari,quanta sabedoria nessa msg de Osho!De fato perdemos muito tempo em nossas vidas sendo tristes!E é só desligar uma chave e ligar outra; a da alegria!...rss...bjs e meu carinho,

Toninhobira disse...

Isto que chamo de uma dose dupla de uma injeção de animo,para se permitir numa revolução de ser e estar apto à felicidade.Lindissimo texto de uma profundidade fantastica.Acho que ainda não tinah vindo neste cantinho amiga.
Meu terno abraço de admiração com paz e luz.
Bjo.

Moacir Willmondes disse...

Bonita reflexão, Mari.

Achei tão sensata as ponderações, praticamente um mapa para pés querendo se firmar no caminho da felicidade.

Sempre encantador seu bom gosto.

Deixo meu abraço amigo e um desejo de que teu final de semana seja de sábias escolhas rumo a felicidade.

Kellen Bittencourt disse...

Mari, o duro das pessoas que mergulham na infelicidade é que elas não acreditam que são as responsáveis, colocam a culpa no mundo no outro na família etc, não procuram a mudança dentro de si para encontra-la no mundo, insistem na infelicidade mais comoda, como disse o texto são felizes assim, uma pena! Adorei! bjooossss

O Profeta disse...

Este pensador, viajeiro entre Sois
Esta Ave pousada em mil embarcações
Esbarco que passa sem vela ou remo
Esta arca repleta de vibrantes emoções

Esta mestiça flor de açafrão
Este ramo de espinhos cravados na mão
Esta alma que não ousa largar opinião
Este homem vestido de solidão

Doce beijo

Renata Diniz disse...

Ei Mari! Eu creio na força interior que nos impulsiona à coragem e à esperança. E isso faz diferença na nossa vida. Beijos, meu carinho e mais que lindo fim de semana!

Célia Cristina disse...

Olá Mari, vim conhecer seu cantinho e me encantei.
Linda mensagem do Osho!
Bjinhos.

PINTA ROXA disse...

Gostei muito do texto, obrigada por o partilhares.
Pinta