Páginas

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Refazendo as Malas

Impossível não pensar que o Ano Novo traz consigo, mesmo que simbolicamente, uma nova chance, um recomeço, uma oportunidade de fazer diferente e melhor! Claro, os mais céticos dirão que dia primeiro de janeiro nada mais é que o dia seguinte ao 31 de dezembro. Pode até ser! Porém, no final das contas, cada dia é o que você acredita que ele seja. Então, por que não aproveitar a data para, de fato, abrir um novo capítulo na sua história?

Há quem, sabiamente, faz um planejamento detalhado, com desejos descritos nas diversas áreas da vida, tais como amor, saúde, profissional, espiritual, alimentação, corpo, entre outras. Não tenho dúvidas de que debruçar-se sobre o exercício de escrever suas metas, colocando datas para alcançá-las, é altamente eficiente para organizar a mente e facilitar o processo de realização de seus sonhos.

Há os que preferem outros rituais. Existem muitos. Desde meditar sobre as perdas e os ganhos durante o ano atual e visualizar melhorias para o ano vindouro, até pular 7 ondas na virada, comer lentilhas, fazer oferendas, assistir à Missa do Galo, doar presentes, usar calcinha nova, entre muitas outras ideias populares ou personalizadas.

Minha sugestão para um Ano Novo que realmente valha a pena tem muito a ver com as lindas dicas de Carlos Drummond de Andrade, no texto Receita de Ano Novo: "(...)para você ganhar um ano não apenas pintado de novo, remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser; novo até no coração das coisas menos percebidas (a começar pelo seu interior) novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, mas com ele se come, se passeia, se ama, se compreende, se trabalha, (...) Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta. Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumadas nem parvamente acreditar que por decreto de esperança a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, (...) Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, (...) É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre."

Ou seja, Ano Novo não tem a ver com perfeição ou virar tudo às avessas. Tem a ver com consciência, aprendizado. Refazer as malas para esta nova viagem da vida aproveitando o que ainda serve, o que é bonito e nos cabe muito bem, e abrindo mão do que já não serve mais, já não condiz com quem nos tornamos depois de tudo o que vivemos neste Ano que está ficando para trás.

Então, desapegue-se das crenças limitantes. Construa algumas novas, edificantes. Reescreva seu perfil. Mude de ideia, sim, se considerar que a nova é mais a sua nova cara. Não há nada de errado em se refazer de um jeito diferente. Como diz o sábio Zé Simão, "quem fica parado é poste". E tem mais: síndrome de Gabriela ("(...) Eu nasci assim, eu cresci assim. E sou mesmo assim, vou ser sempre assim (...)" - Gal Costa) nunca levou ninguém ao oásis de si mesmo.

E no que se refere ao amor que você deseja viver em 2014, saiba que primeiro precisa acreditar, de fato e de direito, que merece! Depois, reflita sobre o que pensou, até então, a respeito de si mesmo, de seu par (ou futuro par) e sobre relacionamento ou casamento. Em geral, quem não vive o amor que deseja é porque está se comportando com base em crenças equivocadas e que servem bem mais como armadilhas e obstáculos do que como trampolim ou atraentes desse amor! Encha-se e preencha-se de alegria e entusiasmo e viva um Ano Novo de luz, paz e amor, literalmente!

Rosana Braga

5 comentários:

✿ chica disse...

Vim agradecer teu carinho e li essa linda mensagem! Aqui curtindo a família! Bjs chica

Moacir Willmondes disse...

Bonita Reflexão da Rosana, Mari.

Desprendimentos e aberturas os fazem voar mais alto.

Li em algum lugar que somos anjos de uma asa só, por isso, para voar precisamos abraçar o próximo.

Que o novo ano seja de mais amor ao próximo.

Meu abraço!

Toninho disse...

Muito bonita esta reflexão com esta figuras bem inseridas.
Contabilidade perfeita de fim de ano é o que buscamos amiga e a torcida pelo fiel da balança a muitos causa pavor e tedio.É preciso construir cada dia o que sonhamos e crer piamente na nossa capacidade de realizar todas as tarefas.
Que possa passar um Natal de paz e alegria junto da familia e que no Novo Ano possamos estar nesta mesma sintonia que nos faz sonhar com um mundo melhor para todos.
Onde nao haja fartura, mas pão em todas as mesas.
Sempre minha admiração com carinhoso abraço.
Bjo de paz e luz amiga.

Formiguinha disse...

Oi Mari:)

Faço sempre tantos planos mas o ano acaba por ser igual ao anterior o que já não é mau - que não seja pior.

Adorei o texto e quem sabe 2014 seja diferente:)

Feliz Natal e próspero Ano Novo!

Beijinhos

La Gata Coqueta disse...



Brillas con la luz propia que solo tú puedes irradiar,
brillas con la esperanza de que este momento es único e irrepetible,
brillas con la ilusión de que mañana será aún mejor que el de hoy,
no importa cómo, pero brillas, porque tu diáfana luz no tiene comparación.

Y atraída por este radiante manantial de luz te paso a visitar y te invito
a brindar a mi lado, hoy que celebro el día de mi cumpleaños
que felizmente contigo me apetece compartirlo, brindando
al sumar un año más al libro de vida donde no falte
la salud, el amor y la felicidad para acercarle una modesta sonrisa
a quienes las quieran cortésmente aceptar.

Un breve pero sincero abrazo
Dejo a los pies de tus sentimientos.

Atte.
María Del Carmen