Páginas

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Feliz por Nada

Particularmente, gosto de quem tem compromisso com a alegria, que procura relativizar as chatices diárias e se concentrar no que importa pra valer, e assim alivia o seu cotidiano e não atormenta o dos outros. Mas não estando alegre, é possível ser feliz também. Não estando “realizado”, também. Estando triste, felicíssimo igual. Porque felicidade é calma. Consciência. É ter talento para aturar o inevitável, é tirar algum proveito do imprevisto, é ficar debochadamente assombrado consigo próprio: como é que eu me meti nessa, como é que foi acontecer comigo? Pois é, são os efeitos colaterais de se estar vivo.

Benditos os que conseguem se deixar em paz. Os que não se cobram por não terem cumprido suas resoluções, que não se culpam por terem falhado, não se torturam por terem sido contraditórios, não se punem por não terem sido perfeitos. Apenas fazem o melhor que podem.

Se é para ser mestre em alguma coisa, então que sejamos mestres em nos libertar da patrulha do pensamento. De querer se adequar à sociedade e ao mesmo tempo ser livre. Adequação e liberdade simultaneamente? É uma senhora ambição. Demanda a energia de uma usina. Para que se consumir tanto?

A vida não é um questionário de Proust. Você não precisa ter que responder ao mundo quais são suas qualidades, sua cor preferida, seu prato favorito, que bicho seria. Que mania de se autoconhecer. Chega de se autoconhecer. Você é o que é, um imperfeito bem-intencionado e que muda de opinião sem a menor culpa.

Ser feliz por nada talvez seja isso.

Martha Medeiros

 


8 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

O que nos basta é sermos felizes,mesmo que seja por nada.
Em pequenos frascos estão as grandes fragrâncias,assim é a nossa felicidade,por menor que seja estará presente em nossas vidas se soubermos
aproveitá-la com consciência e convicção.
bjs amiga Mari.
Carmen Lúcia-mamymilu

Élys disse...

Uma excelente página. Se erramos ou o importante, creio é entender que isto faz parte da vida e não ficarmos remoendo o que aconteceu. Devemos sim, continuar caminhando aproveitando a felicidade dos acertos.
Beijos.

Anete disse...

Mari, mensagem muito boa e com ótimas lições...
Viver feliz é uma escolha abençoada! Gosto de lembrar que a paz e a alegria que Deus nos dá são completas, perfeitas e excedem todo entendimento!...

Um beijo...

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Hoje vim para agradecer a sua carinhosa visita ao meu cantinho!
Muito obrigada!
Uma linda semana para você, coberta de muita paz e alegria.
Abraço amigo!
Maria Alice

soninha cidreira disse...

Beleza...mas nem sempre é possível.
bjs

REINVENTANDO disse...

Seu texto é perfeito para reflexão..temos que cuidar de nossa vida e não se importar com o que as pessoas pensam.
Abraços.Sandra

REINVENTANDO disse...

Simplesmente amei seu texto. Devemos nos preocupar com nossa vida e não nos importar com o que os outros falem, pois se não, não progredimos e alcançamos nossas metas.
Abraços.Sandra

Maria Rodrigues disse...

Excelente escolha, uma bela mensagem. Nem sempre a vida é fácil e a felicidade surge sem avisar e encontra-se nas pequenas grandes coisas da vida, há que saber apreciá-la e estar atento para sentir quando ela está ao nosso lado.
Bom domingo
Beijinhos
Maria